HORÓSCOPO NOS JOGOS: mês das escorpianas

Escorpiana, prometo solenemente não falar nada de ruim de você. Este signo de água, sensual, elegante e muito, mas muito atento (para não dizer vingativo :P). Sei que lá no fundo tua praia são os jogos em que fica cada um no seu quadrado, competitivos e sem muito trabalho em grupo. É possível que se tiver uma coleção própria será um dos signos que melhor cuida e protege seus jogos. É capaz de encontrar defeitos nas caixas, peças ou manuais que são imperceptíveis para o olhar desatento das outras pessoas. E vai ser daquelas que quando estiver jogando, está com a cabeça a mil bolando as estratégias mais diversificadas para ganhar. Tem um quê para o tátil e adora ficar tocando (os componentes do jogo, claro. Do que mais estaria falando?).

MANUAL DA TABULERISTA ESCORPIANA

JOGOS QUE ADORA

Jogos de mistério, traição e sedução. Algo investigativo ou que estimule seu lado de observação, juntar pistas e criar hipóteses definitivamente é para você. Também vai gostar daqueles que têm uma boa história por trás, uma temática precisa e envolvente. As escorpianas vão adorar que o tema esteja presente em cada detalhe do jogo, desde as cores utilizadas até as ações disponíveis. E, claro, qualquer jogo que tenha dupla interpretação no nome ou que dê uma bela apimentada na relação. Recomendo:

Pega em 6: só pelo nome mesmo. A escorpiana vai querer jogar e vai propor ainda que role umas apostas (com roupa, claro). Vai perdendo vai tirando uma peça. Ou que tal um Animal Upon Animal? Que vamos combinar que é praticamente uma festança animal daquelas!

Awkward Guests: jogos de dedução parecem ter sido feitos para você. E o Awkward Guests é, na minha opinião, um dos melhores jogos investigativos já feitos. Nele, seu objetivo é descobrir quem foi que matou Mr. Malton através de muita investigação e troca de informações entre as jogadoras de forma extremamente secreta e seletiva. É uma composição única de pistas, investigação, dedução e riscos que você vai se envolver do começo ao fim. Se você estiver na mesa, suas adversárias precisarão tomar cuidado.

Escape Plan: eu diria que os jogos do Vital Lacerda são uma excelente pedida para você porque os temas nunca nos deixam a desejar – você sente que está vivendo o que quer que ele nos proponha. Em Escape Plan não é nem um pouco diferente. Você faz parte de uma quadrilha que fez um roubo muito bem sucedido. Só que agora vocês precisam seguir caminhos distintos e escapar da cidade em apenas 3 dias com o máximo de dinheiro no bolso que conseguirem resgatar. Se você nunca roubou um banco e precisou fugir da polícia, não precisa mais. É só jogar Escape Plan.

fotos retiradas do site Board Game Geek

JOGOS QUE NÃO É FÃ

Jogos cooperativos. Definitivamente não são sua opção favorita, a não ser que você seja uma escorpiana com ascendente em câncer. E por mais que você curta jogos competitivos, aqueles com take that* não são muito indicados para você não. Porque é praticamente impossível você receber um tapa gratuito (é gratuito para você!) e não querer revidar. Nem que seja a última coisa que você faça, a vingança será maligna. Mas escolhi algumas opções nestes grupos que você não é fã que talvez possam te interessar:

Spirit Island: é um jogo cooperativo que tem uma temática muito bem trabalhada. Você e suas companheiras são espíritos em uma ilha e estão protegendo-a dos colonizadores que estão chegando e querendo ocupá-la. Tua missão é fazer com que eles vão embora dali. O tema em si será algo que provavelmente vai te atrair e talvez até te fazer dar uma chance para um jogo cooperativo (e denso e extremamente estratégico). Quem sabe você até descobre que curte jogar uns coops de vez em quando.

Imaginarium: jogo pouco conhecido aqui no Brasil, Imaginarium te apresenta um mundo desconhecido e um tanto quanto curioso. Você é uma funcionária de uma fábrica de sonhos e tem que consertar as máquinas que produzem os sonhos para agradar suas chefes e fazer um bom trabalho. Existe um pouco de take that neste jogo mas não se faz 100% necessário para que ele role bem. E mesmo quando acontece, não é algo tão direcionado para alguém, é um ataque mais coletivo. Talvez isso não mexa tanto com você e a vingança não aconteça.

Arquitetos do Reino Ocidental: é um dos jogos da trilogia do Reino Ocidental, considero um clássico para muitas pessoas. Ele inspira um pouco de interação misturado com um take that que vai beneficiar também quem recebe o ataque. Sendo este ataque ter suas trabalhadoras apanhadas e colocadas na prisão. Inclusive, esta interação faz o jogo ter um ar diferente na mecânica clássica de alocação de trabalhadoras. E isto pode te instigar.

*Take that é uma tática competitiva que ataca diretamente o progresso de uma oponente em direção à vitória, como por exemplo: roubando componentes, anulando ações, tirando pontos e por aí vai. É muito presente em jogos competitivos.

Foi isso por hoje! Espero que tenha gostado e sentido mais vontade de se envolver com o jogos! E para a próxima news já separa a bebida, coloca o som alto, separa uma roupa relaxada que a gente vai curtir junto com as sagitarianas!

Clique aqui para voltar à página inicial da LigaNews de Novembro – 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s